Modular

Sociedade, tecnologia e ciência - fundamentos

Detalhes do curso

Destinatários

Candidatos que reúnam, cumulativamente, as condições seguintes:

– Idade igual ou superior a 18 anos.

– 9º Ano de escolaridade.

– Ter obtido uma Certificação Parcial em Processos de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências Escolares ou em Cursos de Educação e Formação de Adultos ou encontrar-se ao abrigo do Decreto-lei nº 357/2007, de 29 de outubro.

– Apresentar um Plano Pessoal de Qualificação.

Programa

– Conceitos nucleares para a compreensão e desenvolvimento dos vários ramos das ciências

– O átomo e a molécula como elemento base do universo (ciências físico-químicas)

– A célula e o órgão como elementos base dos seres vivos (ciências biológicas)

– O indivíduo e a cultura como elementos base das sociedades (ciências sociais)

– Estruturação destes elementos em sistemas ou redes alargadas, produtoras de fenómenos complexos (não redutíveis à soma dos elementos)

– Aspectos metodológicos elementares da ciência enquanto prática social e modo específico de produção de conhecimento

– O método enquanto base do trabalho científico

– Conceitos, modelos e teorias como ponto de partida e de chagada da investigação científica

– As várias formas de experimentação empírica (controlada) como forma de verificação (refutação ou confirmação) das hipóteses resultantes das teorias e modelos abstractos

– Procedimentos lógicos como base do raciocínio científico (dedução e indução)

– A matemática enquanto linguagem e forma de raciocínio fundamental para o desenvolvimento e a expressão do conhecimento científico

– Processos através dos quais a ciência se integra a participa nas sociedades

– Modos diferenciados como os cidadãos interagem com a ciência e utilizam os conhecimentos científicos no seu quotidiano

– Formas como os argumentos científicos são mobilizados em controvérsias públicas, a par de outro tipo de argumentos (políticos, económicos, éticos, religiosos, etc..), na busca de soluções

– Importância actual das competências científicas para a participação dos indivíduos em diversas questões públicas

– Limitações do conhecimento científico e da actuação dos cientistas na tomada de decisão em polémicas públicas

– Compreensão dos processos e conhecimentos científicos como base de um novo tipo de cultura e de desenvolvimento social

– O conhecimento científico enquanto aproximação (sempre provisória) ao real, no qual o maior rigor e funcionalidade resultam de uma contínua evolução

– A ruptura com os dogmas, preconceitos e estereótipos enquanto atitude central no pensamento científico

– A relação dialéctica entre investimento em investigação e desenvolvimento e os níveis de progressos e de bem estar das sociedades

– Intensificação da presença da ciência nos variados campos da vida contemporânea, dando origem a sociedades do conhecimento ou da reflexividade

Outras informações

O valor de inscrição é gratuito para as seguintes situações:
– Formandos desempregados.
– Formandos que frequentem curso inserido num percurso EFA, para conclusão de percurso EFA frequentado no CEPRA.
– Formandos provenientes de Processo RVCC Escolar no Centro Qualifica do CEPRA, que frequentem curso inserido num percurso EFA, para conclusão do seu Processo de Certificação Escolar.

DURAÇÃO 50 horas
DATA DE INÍCIO: Data a determinar
LOCAL A designar
PREÇO €0.00